sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Eu Rio na Cara do Perigo


Eu já comentei uma vez aqui no blog sobre ter uma vida perfeita, ou melhor, o simples fato de que a vida de ninguém é assim. E essa semana isso ficou muito na minha cabeça, de verdade. Muita gente comenta (não só em coisas do blog, gente 'de fora' também) que minha vida é muito perfeita e que não tenho problemas, afinal, estou sempre rindo e sendo serelepe pimpona. Inclusive, alunos meus falaram isso já. Acho divertido, afinal, como já disse várias vezes, a vida de ninguém é perfeita, mas nós podemos escolher levá-la com leveza. Ou seja, podemos muito bem rir de nós mesmos. Ainda melhor que isso, nós devemos fazer isso, pelo menos algumas vezes na semana, rs. Para quem não me segue no snapchat (bellslopesbde) vou contar uma história que aconteceu essa semana. Vamos começar, apenas, explicando que eu dei um mergulho em um chão de concreto. Ok, agora vamos explicar de verdade, haha. Eu estava dando aula em um prédio da minha faculdade que fica no topo de um morro, até aí tudo bem, né? Estava de noite e tinha chovido muito o dia todo. O que aconteceu foi que, quando eu estava descendo para guardar minhas coisas, eu tive um belo (pensando agora foi bonito mesmo, rs) tombo. 

Como tenho problema no joelho ele às vezes falha. Normalmente nem reparo que isso acontece, nada grave e exagerado, de verdade. O drama da vez foi que eu estava em um degrau (do meio-fio) que tinha uns trinta centímetros de altura quando o joelho falhou e, por conta disso, eu não tive como me apoiar e acabei caindo (exatamente como num mergulho) com tudo no chão. Quebrei a tela do meu celular, quase estraguei por completo o som da escola de inglês (ele ainda está funcionando, amém) e, claro, me arranhei toda e ganhei alguns roxos. Eu estou bem! Sério. Claro que no dia eu fiquei bem mal e completamente sem graça com todo o drama, mas na manhã seguinte eu já tinha que acordar cedo para trabalhar e, mesmo toda cheia dos roxos e com o braço bem dolorido, eu já estava serelepe de novo. Estou comentando isso porque quando comentei no snap sobre o tombo recebi várias respostas. Muitas me desejando melhoras e perguntando se eu estava bem, obrigada, mas algumas perguntando o motivo de eu não ter mostrado isso no dia (porque o snap foi uns dois dias depois do tombo) ou perguntando como que eu não tinha ido reclamar no facebook (haha).

Há! Eu rio na cara do perigo! É bem isso mesmo, ou quase, rs. Eu preferi levar tudo na brincadeira. Claro, no dia foi um grande susto e eu chorei horrores, bem no estilo drama queen, mas continuar com isso não ia resolver nada. Como diz minha mãe, engole o choro. Ficar clicando na tecla do problema não vai torná-lo menor e nem vai resolve-lo como mágica, mas quando resolvemos levá-lo para um lado mais leve, como o riso, por exemplo, tudo fica mais aceitável pelo menos. Esse é o segredo, rir mais. Se divertir mais, mesmo quando é para rir de vocês mesmo. Muita gente veio ver como eu estava e o que tinha acontecido (afinal, tô com uns arranhões bizarros no braço) e para todos a resposta foi a mesma: Estou bem, foi só um mergulho no concreto. Sabe? É tipo uma nova modalidade olímpica. É claro que em alguns momentos não podemos apenas rir de tudo, existem responsabilidades e eu sei disso, mas sempre que podemos, devemos rir. É mais leve, divertido e deixa tudo 'menos sério'. Fico feliz (e boba) de saber que tanta gente se preocupou comigo, mas façam mais isso, riam mais! Eu estou bem, como falei. Mas não quero mais praticar esse tipo de mergulho.

ps: Achei digno explicar melhor o que aconteceu, porque teve gente que ficou preocupada de verdade. Por isso tive a ideia do texto e, como realmente tudo isso aí aconteceu, achei uma boa contar de uma forma mais leve/útil para vocês.

6 comentários:

  1. Eu sempre digo para os meus amigos: sorria bastante pra mostrar ao mundo o quanto você é feliz. Já "contagiei" várias pessoas com um sorriso, já matei outras de raiva somente sorrindo. Eita, que troço bom é sorrir.
    #BeHappy!
    ps: fico feliz que você esteja bem, Iza.
    Beijos e abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Não existe coisa melhor que sorrir para vida, claro, em alguns momentos temos que chorar também e até fechar a cara, mas na grande maioria do tempo o sorriso acaba com tudo e resolve de um tudo! <3

      Excluir
  2. Ri faz bem e desestrassa, não adianta ficarmos chateados e passar o dia sempre aproveitar nada só por coisas que podem ser deixadas de lado.

    ResponderExcluir
  3. Eu e minhas amigas rimos 24hrs, todo mundo estranha hahahaha. Queria aproveitar e te indicar o livro "Mais uma chance - o amor vai te buscar" do Federico Devito e Gutti Mendonça. Aviso que o fi al é surpreendente hahaha beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já ouvi falar do livro, mas nunca vi para vender! D:

      Excluir