sexta-feira, 9 de maio de 2014

Na Estante: A Escolha


Eu não acredito que finalmente estou escrevendo sobre esse livro, afinal, se estou escrevendo é porque já li e eu esperei meses por esse livro, já estava quase pirando, sério. Primeiro vou explicar o motivo de eu ter lido pelo kindle. Eu cheguei de viagem no dia cinco e o livro saiu dia seis, ou seja, nem tempo para comprar pela pré-venda eu tive. Aí quando eu abri meu email no dia seis lá estava um email da amazon com o link para comprar o ebook, foi mais forte que eu. Acabei lendo de uma vez no dia seis por ebook mesmo, vou esperar um pouco e comprar o livro físico quando ele entrar em alguma promoção maluca, ou algo do tipo rs. Ok, foco no livro. Nem preciso contar que ele é devorável, né? Afinal comecei ele no dia seis a tarde e terminei a noite, pouco antes da meia noite. Kiera Cass, meu xuxu, você se superou em muitos níveis. Lembrando que se você não leu A Seleção ou A Elite pode considerar alguma coisa nesse resenha como um spoiler, quem avisa amiga é. Se você leu o livro Contos da Seleção já leu os três primeiros capítulos desse livro.

O terceiro (e último, buá!) livro começa com a America decidida a provar seu amor para Maxon. Por mais que ela tenha vivido muitas coisas únicas com Aspen ela nunca sentiu algo tão forte como o que sente pelo príncipe, mas é claro que além disso ainda tem um pequeno problema, ela não é a única no palácio que está querendo o coração dele. Como se essa bagunça toda não fosse o bastante ainda temos os rebeldes que começam a dar mais as caras e aos poucos começamos a entender o que eles realmente querem. Dois rebeldes, do norte, resolve aparecer no palacio para bater um papo com o Maxon, e pasmem, com a America. Desse ponto em diante o mundo começa a fazer mais sentido, obrigada, Kiera. Vemos a rainha também bem mais presente na vida das meninas que ainda estão no palácio e a cada segundo o rei fica parecendo um ser humano ainda mais detestável.

"Havia um príncipe e quatro garotas, três das quais voltariam para casa com pouco mais que uma história interessante sobre como passaram o outono."
 - Página 24 (No Kindle!)

Aos poucos America vai conseguindo ligar os pontos não só de sua vida amorosa mas como também de toda a parte política de Illéa. Os problemas com os rebeldes vão bem além de alguns vidros quebrados no palácio e a vida das famílias das selecionas, que estão na elite, também não está das mais fáceis. America, Aspen e Maxon vão aos poucos indo atrás de respostas e muitas vezes (sempre) se colocam em sérios problemas. Ainda nessa bagunça começamos a ver alguns pessoas se revelando, muita gente que parecia não ter jeito na realidade tinha até que um lado bom, enquanto que outras pessoas que pareciam completamente tranquilas... Definitivamente não eram. E é claro que eu não vou contar com quem a America termina, porque gosto da minha vida. Posso contar que amei o final. E isso não é spoiler, porque muita gente sabe que amo o maxon, mas também sabe que passei a amar o aspen também depois dos contos. Ou seja, leiam o livro e venham pirar comigo sobre o final.

"Quantas vezes devo permitir que você parta meu coração desse jeito, America?" - Página 299 (No Kindle!)

O único problema, na minha humilde e pequena opinião, é que a Kiera só lembrou que estava escrevendo uma trilogia distópica nesse último livro, aí para tirar o atraso ela resolveu brincar de Suzanne Collins (autora de Jogos Vorazes). Nem preciso falar mais nada, né? Tive vontade de matar a Kiera em muitos momentos desse livro, entendi quase tudo, afinal ela conseguiu fechar todas as pontas soltas, mas algumas coisas me deixaram bem revoltada. Mas de forma alguma isso atrapalhou a leitura, o livro continuou devorável, entrou nos meus favoritos (e nos livros lidos em menos de um dia) da mesma forma, rs. Mas achei digno comentar isso. Sobre os personagens, todos seguem da mesma forma dos dois primeiros livros, com poucas variações, afinal, como já comentei alguns se revelaram de formas surpreendentes. Acabei o livro adorando uma pessoa que nunca imaginei que ia adorar. Sente o nível. O livro também rendeu algumas boas risadas e suspiros. E estou me segurando de verdade para não soltar spoilers, como é dificil, meu Deus!

Acho digno terminar essa resenha contado que até agora não sei como terminei esse livro. Em um segundo eu estava começando o quarto capítulo (afinal já tinha lido os três primeiros no livro de contos) e no segundo seguinte eu estava terminando o epílogo. Alguém me explica em que buraco no tempo/espaço eu entrei? rs Se você amou os dois primeiros livros precisa (P R E C I S A) ler esse livro para ontem. Kiera se superou em muitos niveis mesmo e eu só acho que seria muito digno ela escrever uma continuação, ou pelo menos um conto contando o que rolou depois do epílogo, se você já leu está entendendo meu drama. É isso. Obrigada Kiera Cass por essa trilogia maravilhosa.

"(...) precisaremos nos esforçar para nunca esquecer os motivos de nossa escolha." - Página 344 (No Kindle!)

A Escolha
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 352
Skoob do Livro.
Meu Skoob.

6 comentários:

  1. Já faz um tempão que vejo as pessoas falarem sobre essa série. Ainda não tive a oportunidade mas quero muito ler. *----*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim que a oportunidade surgir, leia! haha :DD

      Excluir
  2. Tipo , começo a ler A Seleção e a Iza já ta fazendo resenha de A Escolha '-' <33 Ameii !!

    ResponderExcluir
  3. Iza, te indiquei em uma tag lá no blog.
    Se já fez ignore, please.
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/2014/05/10-livros-que-me-influenciaram-tag.html
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thaaaaaanks! Nunca respondi não :DD
      Vou ver se consigo responder essa semana :DD
      Beijos <33

      Excluir