quarta-feira, 28 de maio de 2014

Na Estante: Entre o Agora e o Sempre


Ok, é um livro devorável, comecei ele na segunda à noite e terminei na terça assim que acordei. Mas preciso contar que o primeiro livro dessa série ainda é o meu favorito. Esse livro não me surpreendeu tanto como o primeiro fez. Eu meio que já sabia o que ia acontecer, mas isso não atrapalhou a leitura. Gostei de rever os personagens e gostei ainda mais de ver o rumo que a vida deles tomou. Ah! Esse foi o livro que chegou semana passada aqui em casa, achei legal comentar porque muita gente perguntou qual era (quando mostrei o embrulho da Saraiva lá na page do blog). Vamos focar na resenha, D. Izabela? Vale lembrar que se você não leu Entre o Agora  e o Nunca pode considerar uma coisa ou outra como spoiler, quem avisa amiga é, rs.

Camrym e Andrew viverem cincos meses no limite de tudo. Se conheceram de uma maneira muito incomum, em um ônibus interestadual, e a relação deles é tudo, menos normal. Mas ao mesmo tempo os dois nunca foram tão felizes. Andrew não tinha tido mais problemas de saúde e tudo parecia estar perfeito, de uma maneira até assustadora. Mas o que parecia ser um futuro bem alegre muda de uma hora para a outra por conta de uma grande tragédia. Cam se vê em um mundo completamente fechado e não aguenta mais ouvir a cada segundos perguntas sobre seu estado emocional. Andrew já não sabe mais o que fazer e sofre ao ver a mulher da sua vida perdendo a vontade de viver e sem coragem de pedir ajuda. Todos os amigos e famíliares dos dois ficaram abalados, mas ninguém sabe ao certo o que fazer e como lidar com tudo isso. É aí que Andrew resolve que o único lugar que pode fazer tudo voltar ao normal é a estrada.

"(...) A gente vai parar logo, mas nunca quero parar definitivamente. Isso faz sentido?" - Página 205

O lugar onde tudo começou. Andrew junta suas coisas e apenas fala para Camrym fazer uma mochila com suas coisas básicas. Mais uma vez sem destino eles saem pelas estradas dos Estados Unidos. Em busca de alguma coisa, nenhum dos dois sabe ao certo o que é essa coisa, mas sabem que é dentro do carro e pulando de hotel em hotel que vão descobrir o que é. Cam aos poucos vai recuperando a vontade de viver e a vontade de ser feliz. Os dois acabam ficando mais unidos e, por mais que uma coisa muito triste tivesse acontecido, nada mudaria isso. Eles voltam em lugares que passaram da primeira vez e acabam decidindo os próximos destinos, até mesmo um pouco mais longe que o comum. Mas é aí que o destino resolve entrar no jogo mais uma vez, mas pelo menos de uma forma mais calma e cheia de esperança. 

"(...) porque nós vamos viver entre o agora e o sempre até morrer." - Página 295

Se você gostou do primeiro livro vale a pena ler a continuação. Eu nem estava muito animada para ler, por mais que tenha gostado do primeiro, mas esse livro entrou numa promoção maluca e o frete que normalmente é bem caro para a minha cidade caiu por um único dia, no final das contas (promoção e diferença do frete) economizei mais de 25 reais. Então posso dizer, sem medo de ser feliz, que valeu a pena, rs. O livro, assim como o primeiro, tem cenas fortes, emocionalmente falando, mas quando o assunto é momentos +18 esse livro é bem mais leve (mesmo!). A autora resolveu puxar mais para o lado emocional da história e do casal. Mais uma vez vemos o livro pelos olhos dos dois personagens principais (com um epílogo contado por um personagem bônus, acho digno contar e deixar todo mundo curioso).

Camrym passa por muitos altos e baixos durante a história, mas continua a menina teimosa e muito corajosa do primeiro livro. Em alguns momentos da história conseguimos perceber que ela cresceu muito depois de tudo que viveu na estrada, ela sabe o que quer e, por mais que tenha medo em alguns momentos, vai atrás e pronto. Andrew virou um xuxuzinho, ok, ele continua um pseudo-badboy de arrancar suspiros por onde passa, mas ele como noivo da de dez a zero nele como peguete de estrada (ficou feio isso, mas era bem assim mesmo, rs). Vemos um Andrew bem mais sonhador e que luta com tudo que tem para ver a mulher que ama sorrindo de novo. Em alguns momentos tive vontade de gritar com os dois, mas logo passava, não joguei o livro longe nem nada, rs. Então se você gostou do primeiro livro vale sim a pena ler a continuação, não dei cinco estrelinhas, afinal perto do primeiro merece só quatro mesmo, mas é uma história para ler em menos de um dia, fácil fácil.

Entre o Agora e o Sempre
Autora: J. A. Redmerski
Editora: Suma
Páginas: 304
Skoob do Livro.
Meu Skoob.

4 comentários:

  1. Ainda está em promoção? Quero muito esse livro! =D
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que sim!! Corre que ainda da tempo *-*
      Beijooos

      Excluir
  2. Achei que o cara da capa era o Zayn do One D. HAUSHUS sos

    Adorei a resenha, vai pra minha lista de futuras leituras <3

    Beijão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece mesmo, olhando rápido até eu pensei isso hahahaha
      yay! <33
      Beijooos ^^

      Excluir