quarta-feira, 17 de junho de 2015

Na Estante: Garota Online


Eu sempre adorei os vídeos da Zoella. Tanto que sigo o canal normal dela e o de vlogs e nunca perco um vídeo. Acho o sotaque britânico dela um amor e eu adoro o jeito dela, principalmente nos vlogs. Quando eu descobri que ela ia lançar um livro eu estava exatamente vendo um de seus vlog e fiquei bem sem saber o que achar disso. Ela não é a primeira blogueira de moda a fazer isso (e provavelmente não foi a única), mas o que me fez ficar com o pé atrás nem foi isso, foi o fato de que era muito raro eu vê-la falando sobre livros. Sei que isso não tem muito a ver, mas na minha cabecinha uma pessoa que escreve também lê. Ok, foco. Acompanhei cada detalhe do livro nos canais e redes sociais dela. Lembro quando ela foi na gráfica ver o primeiro que tinha saído e tudo mais, mas  não comprei porque estava bem caro (mesmo caso do Livro da Carrie Fletcher, que estou maluca para ler, mas está caro demais). Esperei e antes mesmo do preço baixar o livro foi lançado aqui, ueba! Era para eu ter recebido esse livro em Abril, mas o correio deu a louca e perdeu (ou sei lá o quê) o meu livro. Como o erro não foi meu nem da editora, a Maya (beijos, xuxu, muito obrigada!), que é do Grupo Editorial Record, me mandou outra cópia com direito a marcador de livro e tudo mais. E aí eu pude, finalmente, ler o livro. Eu amei. O maravilhoso disso tudo é que li não esperando muito, então o livro, que já era bom, ficou ainda melhor. Ele ganhou cinco lindas estrelinhas e definitivamente vou indicá-lo para todo mundo, inclusive para você que está lendo essa resenha, rs. Ele é um Young Adult dos tempos da tecnologia. Ele fala sobre bullying, sobre amor, sobre amizades e todas as outras muitas coisas que são muito importantes para gente quando temos nossos 15/16 anos. Mas o fato é, estou com meus 21 anos na cara e mesmo assim amei cada página. Gastei muitos post-its e me diverti muito. Ok, agora vamos focar, não é?

Penny nunca foi a garota mais popular da escola, nunca foi de usar as roupas da moda e nem de sair com os garotos mais legais, mas ela tinha uma grande segredo. Um blog! Com o nickname Garota Online ela escrevia um uma página da internet sobre tudo que estava sentido. Sobre seus melhores dias e sobre seus piores também. Para tudo ela usava um nome diferente, assim, ninguém nunca ia saber que era ela, a não ser, é claro, seu melhor amigo Elliot. Tudo começou como uma brincadeira, mas ela escrevia tão bem e de uma forma tão verdadeira que as pessoas começaram a amar e comentar muito. Em pouco tempo o blog já era um grande sucesso e ela foi percebendo que não estava sozinha no mundo. Ela tinha os problemas em off dela, mas tudo ficava bem quando ela ligava seu computador. Sua melhor amiga não era mais a mesma e só estava preocupada em ser famosa e sacanear Penny. O garoto mais legal da escola, e paixonite dela, só ligava para uma coisa: Ele mesmo. É, ninguém disse que o colegial era fácil. Mas Penny ia se virando, principalmente quando ela podia tirar fotos. Essa é a coisa que ela mais ama, fotos. Tanto que ela posta várias no blog, sem aparecer, é claro. Tudo estava relativamente ok até que ela começa a sofrer com ataques de pânico e o mundo deixa de parecer tão colorido.

"Quero acreditar que alguém em algum lugar vai poder ler 
o que eu tenho para dizer." - Página 8

Tudo estava sem cor e sem graça, até que seus pais recebem o convite de uma vida. Os dois têm uma loja de casamentos e são convidados por um casal (muito rico) para prepararem o casamento deles em uma cidade muito especial. New York! E ainda com tudo pago e, claro, com lugar para mais duas pessoas. Penny e Elliot. Até que a vida sem cor ficou mais divertida. Quando eles chegam em New York as coisas ficam ainda melhor. A cidade é maravilhosa e a noiva ainda convidou Penny para ajudar o fotógrafo. Era muita coisa boa de uma vez só e, como a vida não é boba nem nada, coisas boas sempre andam junto. É assim que Penny conhece Noah, o neto da cerimonialista do casamento. Eles se dão bem logo de cara e como Romeu e Julieta (mas sem toda a parte do drama familiar) se apaixonam no primeiro olhar. O problema é que Noah, assim como Penny, também tem um segredo e o que eles não imaginam é que os segredos podem destruir tudo. Inclusive o disfarce perfeito que Penny tem com o blog. Será que um romance de férias é capaz de suportar toda essa bagunça? Só sei que com New York de plano de fundo (e Brighton!) tudo fica lindo.

"Minha vida pode melhorar e acabou de ficar 
um trilhão de vezes melhor." - Página 169

Os personagens são geniais. Eu adorei a Penny e me identifiquei muito com ela, afinal, também escrevo aqui no blog tudo que sinto, mas nunca me escondi, rs. Sem esquecer que entendo muito bem os ataques dela, porque sofro com ansiedade (já falei sobre isso aqui no blog, até) e sei que não é nada fácil, ainda mais porque quase ninguém entende a gravidade dessas coisas. Ela é uma menina doce, divertida e muito leve. Noah é um sonho de personagem. Como todo bom galã apaixonante de young adult. Ok, todos os personagens têm algo de bom, mas o prêmio de melhor personagem vai para o Elliot! O melhor amigo da personagem principal muitas vezes roubou toda a atenção para ele. As melhores risadas que dei com o livro definitivamente foram por conta dele e de toda a sua graça. O livro é um pouco previsível, tipo, eu adivinhei toda a treta do final assim que a menina chegou a New York, mas isso tem acontecido com todos os livros que eu leio, então não vamos culpar o livro. vamos me culpar, rs. Ah, o livro me lembou muito o Depois dos Quinze, da Bruna Vieira. Tipo assim, muito mesmo. As personagens principais tem o mesmo tipo de cabelo, os mesmos sonhos, escrevem em um blog e até mesmo têm em comum o amor pela fotografia. Achei divertido, afinal, as duas autoras são blogueiras. Acho que é uma fórmula e, se querem sabem, é uma que funciona.

Grande parte do livro eu li enquanto meus alunos estavam fazendo prova, então tive que me segurar muito para não rir em voz alta ou coisa do tipo. Definitivamente essa foi a parte mais complicada, rs. O livro é bem leve e divertido e quando você começa não quer mais parar. Quer saber tudo que vai acontecer com cada personagem e se diverte com cada linha. Eu acho (de verdade) que todos os adolescentes deviam ler esse livro, principalmente entre os 14 e 16 anos. É um livro que nos lembra que, nessa idade, tudo sempre parece o fim do mundo, mas nunca é. Passamos sim por coisas que são terríveis e tudo parece machucar mais, mas passa. , é claro, nos lembra também que nunca estamos sozinhos. Sempre, em algum lugar do mundo, vamos achar alguém que sente como a gente ou que está passando exatamente pelas mesmas coisas, boas ou ruins. Um mega ponto para uma das minhas bogueiras favoritas. Sei que ela recebeu ajuda para escrever o livro (e isso rendeu horrores pela internet), mas vi muitos traços da personalidade fofa da Zoella no livro e isso é muito bom. Indico mil vezes!

Garota Online
Autora: Zoe Sugg
Editora: Verus
Páginas: 308
Skoob do Livro.
Meu Skoob.

8 comentários:

  1. Linda, que resenha arraso!!! Amei seu blog, seu jeitinho! ♥ Vou acompanhar, COM CERTEZA!!
    abraços :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eba! Fico muito feliz que tenha gostado, xuxu! =)

      Excluir
  2. Ganhei o livro num sorteio e espero ler esse ano ainda! N conhecia a zoella e fui procurar depois de ouvir falar do livro.. Sobre a questão de uma vlogueira de moda escrever um livro.. Bom, vazou a informação de que foi um ghost writer. Ela disse que ele ajudou mas aposto que escreveu tudo sozinho! Como uma boa parte das celebridades... A única diferença é que muitos admitem e até alguns livros vem dentro com o nome de quem realmente escreveu..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu falei sobre isso ali em cima! =)

      "(....) Sei que ela recebeu ajuda para escrever o livro (e isso rendeu horrores pela internet), mas vi muitos traços da personalidade fofa da Zoella no livro e isso é muito bom."

      Como disse, vi muito dela no livro, por isso, acho que foi só uma ajuda mesmo. No começo foi isso que me deixou com o pé atrás, mas eu amei! <33 Ela comentou sobre, o problema foi a bagunça que os 'haters' criaram com isso =/

      Excluir
  3. Já estou de olho faz tempo e quero muito ler!!! Legal ler mais uma resenha positiva. Sou mais velha que vc mas adoro esses livros de jovens!! É bom pra intercalar com outros mais pesados né? Eu gosto muito. Deve ser tb pq tenho alma jovem hahahaha
    Bjinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia!! É muito amor! <3
      Idade é apenas um número, na realidade, é apenas um detalhe! O que somos na cabeça é o que realmente importa, não só em livros! ^^
      Sim, é ótimo para colocar entre leituras pesadas! =)

      Beijos

      Excluir
  4. Oi, tudo bem?
    Nossa eu to com esse livro aqui desde o lançamento, mas ainda não consegui ler, e pelo visto
    estou perdendo uma boa história, já que amo enredos divertidos, desses que faz a gente soltar o riso em qualquer lugar.
    Com certeza será um dos próximos a ser lido.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Tudo sim e aí? =)
      Está perdendo mesmo! Se está aí, pode ler para ontem! ^^
      Beijos

      Excluir