sábado, 8 de março de 2014

Na Estante: Um Romance Inesquecível


Esse livro me surpreendeu de tantas formas que no final das contas levou cinco estrelas no skoob. Quando comecei fiquei com medo de não gostar, mas a cada segundo a história da condessa e do (misterioso) Smith me prendia mais e mais. O livro ficou devorável e eu só parei de ler às 4h da manhã. A história é romance puro (mas sem precisar apelar, explicarei melhor na resenha) com um toque de mistério e drama policial, como eu amo esse tipo de história (minha série favorita é Criminal Minds) eu tive ataques com o livro e com os rumos que ele tomou. O livro é narrado em terceira pessoa, normalmente eu não gosto muito de livros assim, mas nessa história ajudou bastante a entender tudo que estava acontecendo.

A história conta sobre a vida de Grace, uma condessa que mora em New York, uma mulher famosa pela fortuna de sua família que vê sua vida virar de cabeça para baixo quando seu pai, basicamente seu melhor amigo, morre. Como se isso já não fosse o bastante um assassino está a solta na cidade e tudo indica, por conta de pistas encontradas nas cenas do crime, que o maluco está atrás das mulheres mais poderosas da cidade. A condessa está na lista. De primeira ela resolve ignorar isso, mas depois de ouvir muito de uma amiga acaba contratando o melhor segurança particular que o dinheiro pode pagar, John Smith.

"Quem é John Smith? - Indagou Grace. - Além de um homem com um nome bastante comum?" - Página 25

O problema é que eles já se conheciam e o problema ainda maior é que eles se sentiam atraídos (e ela ainda estava no processo de divórcio com o conde). Grace engole o orgulho e aceita que o segurança (charmoso, educado e protetor) more em sua casa para poder protegê-la. John é um cara muito misterioso, sua vida se resume em segredos e cicatrizes, mas a cada segundo que passa perto de Grace ele percebe que a vida vai bem além de lutas e anonimato. Os dois se sentem ainda mais atraídos um pelo outro, mas o foco ali é a vida dela que está correndo perigo (a cada semana uma das mulheres poderosas aparece nas notícias... morta).

"Ela era de cetim e platina. Ele, de couro e bronze. Ah, que inferno! Agora ele estava começando a falar 
como um cantor de música Country" - Página 134

Os personagens, no começo, são chatinhos de ler, mas quando conhecemos melhor os dois principais queremos conhecer mais e mais e (ah!) tudo melhora. Eu queria conhecer cada segredo de John e queria entender como Grance mantinha aquele foco inabalável. Outro personagem que merece destaque é o braço direito de John, o Eddie. O também segurança (motorista, pau para toda obra...) era um homem quase que fofo, por mais que fosse tão forte e misterioso quanto o chefe. Ele faz brincadeiras que deixam a história mais leve e, com sua mania de fazer aulas aleatórias/profissionalizantes, nos diverte sempre que aparece. Os outros personagens também merecem destaque, como o, insuportavél, Lou. Um empresario que queria o posto de chefe, que Grace ocupava, na empresa da família dela.

Adorei todo o mistério, por conta dos assassinatos, e fiquei muito feliz por dar de cara com um romance (quase água com açúcar, que eu amo!). Quando comecei o livro, por conta de algumas frases, acreditei que estava para ler um livro puramente erótico, mas acabei lendo um livro leve e muito romântico (bem mais leve que Left Drowning e Entre o Agora e o Nunca, por exemplo). Preciso comentar que eu passei o livro inteiro acreditando que sabia quem era o Serial Killer (a ponto de poder apostar, rs) e quebrei feio a cara, amei isso. O livro não é nadinha previsível. Foi essa reviravolta, a descoberta do real Serial Killer, que me fez dar cinco estrelas. Ok, isso e o John Smith.

Um Romance Inesquecível
Autora: J.R. Ward (como Jessica Bird)
Editora: Universo dos Livros 
Páginas: 352
Skoob do Livro.
Meu Skoob.

2 comentários:

  1. Fiquei com muita vontade de ler esse livro! Adorei a resenha, iza! s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia! Não vai se arrepender, sweetie! *-*
      thanks! <33

      Excluir