quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Na Estante: Paixão Sem Limites


Ok, mais um livro para a lista de "li em menos de um dia", o que deixa claro que é um livro devorável, mas não posso negar que eu esperava um pouco mais da história no geral (mas já me falaram que a continuação é melhor). A autora escreve bem e a história tem toda uma lógica, mas infelizmente alguma coisa nesse livro me deixou com raiva, não sei nem se isso é normal. Enquanto escrevo essa resenha estou tentando decidir se compro o segundo livro ou se sigo a vida sem saber o que aconteceu, profundo, eu sei.

O livro conta a história da Blaire, uma menina de 19 anos que acabou de perder tudo que tinha. O pai abandonou a família logo depois que ela perdeu sua irmã gêmea (quase história de novela mexicana) e a mãe ficou doente logo em seguida, sugando toda a energia que sobrara de Blaire, até que faleceu. Ela só tinha uma escolha, morar com a nova família do pai, mas ao chegar à casa descobre que sei pai está em Paris com sua nova esposa e a deixou sozinha com seu quase-meio-irmão, o filho de um roqueiro, Rush. Ele é um protótipo de roqueiro maluco que vive de rock e sexo. É claro que os dois batem de frente no primeiro segundo. Blaire decide que precisa de um emprego, afinal não quer ficar muito naquela casa e nem Rush quer ela ali por muito tempo de qualquer maneira.

"Você é tudo aquilo de que um cara como eu deve ficar longe. Eu não sou a pessoa certa para você." - Página 62

Mas é claro que isso não fica assim por muito tempo. Os dois começam a sentir uma atração inexplicavél e tudo que eles vivem parece estar sempre no limite. Blaire acredita que não é boa o bastante para Rush se sentir verdadeiramente atraido por ela, enquanto que Rush acredita que precisa ficar longe dela por quentões que até então desconhecemos. Eles não tem controle algum sobre o que acontece, a paixão deles é realmente sem limites (ê trocadilho besta com o título, desculpa, haha), mas os problemas deles vão bem além disso uma vez que Rush (e aparentemente toda a cidade) guarda um segredo que pode mudar tudo na vida de Blaire.

"Quer saber o que aconteceu? VOCÊ, Rush. Foi isso que aconteceu." - Página 97

O livro é bem pequeno, o que ajudou no fator devorável, e me deixou bipolar. Em um segundo eu estava amando os personagens e lendo com um sorriso no rosto, no segundo seguinte eu estava detestando todos e querendo jogar o livro longe. Sem esquecer que passei metade do livro odiando o Rush (e amando a Blaire) e a outra metade odiando a Blaire (e amando o Rush). Quando terminei a leitura nem sabia quantas estrelas daria para ele no skoob, eu estava confusa de verdade (btw, dei quatro estrelas). É um livro que te deixa maluca, mas no final isso é bom (eu acho). 

Sobre os personagens, como falei, em alguns momentos você ama uns e detesta outros, mas não posso negar que todos os personagens (até os secundários) são muito bem bolados. Rush é uma mistura exata de Travis Maddox (Belo Desastre) com Chris (Left Drowning), o que o torna um personagem sexy e completamente maníaco quando quer. Blaire é diferente de todas as outras personagens principais de NA em alguns momentos (ela carrega uma arma no carro!), mas por outro lado continua seguindo o padrão de menina perfeitinha que se apaixona pelo cara errado (não que isso estrague a personagem). Todos os outros personagens são muito bem bolados, como já falei, mas não tem nenhum outro que grite por uma descrição, como fiz com os principais.

Terminei a resenha e ainda não decidi se quero ou não ler a continuação, mas preciso adimitir que estou com o kindle do meu lado aberto na página de compra do livro. Ainda não decidi, mas estou quase lá, haha (Acabei de descobrir que é uma trilogia, bléh). O segundo livro (em português) vai sair agora em fevereiro, mas para quem gosta de ler em inglês é só pegar e ser feliz de uma vez. Acho que é isso, se você gosta de NA devoráveis precisa ler esse, simples assim. Sobre o livro ter cenas fortes (como sempre em todos os sentidos), na realidade, ele é leve se comparamos com Entre o Agora e o Nunca e Left Drowning. Sobre o livro, a diagramação me incomodou um pouco, mas isso não é culpa da autora, é da editora, haha. E aí, já leu o livro? Se sim, o que achou?

Paixão Sem Limites
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 192
Skoob do Livro.
Meu Skoob.

4 comentários:

  1. Ai, ai... não posso nem comentar porque eu sou muito suspeita pra falar sobre esse livro, haha
    Então, eu também achei ele parecido com o Travis (apesar de que li BD depois então foi meio que ao contrário, rs), mas são meus YAs favoritos no momento.
    Também tive uma relação meio doida com esse livro e também dei 4 estrelas - apesar de marcar como favorito, vai entender, rs.
    Enfim, estou esperando ansiosamente pelo livro do Rush porque tenho muitas expectativas com essa série! E ah, a autora escreveu uma série com o Woods como principal, se não me engano. Também fiquei curiosa, rs
    Beijão.

    www.missthay.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo! haha Quase aquela relação de amor/ódio haha
      Eu acho que esse ta mais (bem mais) para NA do que YA haha enfim, meus favoritos ainda são Walking Disaster e Slammed haha
      Exato, acho que esse livro pede quatro estrelas, alok D:
      beijoooos

      Excluir
  2. Eu ainda quero ler esse livro. Quase comprei esses dias mas acabei deixando de lado.

    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir